Microsoft quis comprar Facebook por 24 mil milhões de dólares

Postada em: 23/10/2016 10h49m
Atualizado:   23/10/2016 10h52m

Steve Ballmer, ex-CEO da Microsoft, revelou recentemente que a Microsoft esteve quase a concretizar a compra da maior rede social do mundo, por 24 mil milhões de dólares, quando esta ainda não tinha a dimensão que tem hoje.

O Facebook poderia ser hoje da Microsoft

Em entrevista à CNBC, Steve Ballmer, revelou que a compra do Facebook por parte da Microsoft foi um negócio que esteve prestes a acontecer, na altura em que ainda era CEO da empresa de Bill Gates e o Facebook ainda não tinha a dimensão dos dias de hoje.

A proposta passaria por adquirir uma pequena parte da empresa por 15 mil milhões de dólares e, a cada seis meses, adquirir mais 5%, até à aquisição completa, que deveria demorar um 5 a 7 anos.

Zuckerberg não cedeu aos milhões

24 mil milhões de dólares foi o valor aproximado que Ballmer indicou para a compra total da empresa, que acabou por não se concretizar. Na verdade, esta havia já sido a segunda tentativa de compra do Facebook por parte da Microsoft e Zuckerberg nunca cedeu. Ele sabia que estava a construir um império e nunca cedeu a nenhuma tentativa de aquisição do seu negócio.

Quando Ballmer foi questionado sobre o porquê do negócio não se ter concretizado ele apenas referiu que Zuckerberg não quis e que ele respeitava isso.

A decisão de Zuckerberg parece ter sido a mais acertada. Hoje o Facebook está avaliado em 374 mil milhões de dólares e Zuckerberg, segundo a Forbes, é actualmente a 4ª pessoa mais rica do mundo, com um património líquido de 28 mil milhões de dólares.



Microsoft, Facebook

Digite o codigo abaixo:

Recarregar imagem